Um Clube Jovem e Dinamico, virado para a Natureza, para a Juventude e para o Futuro Desportivo no Alentejo!
publicado por CNAlvito | Segunda-feira, 05 Maio , 2008, 00:21

  

Estremoz, 4 Maio 2008

Resultados muito discretos!

Foram 12 os atletas presentes nesta competição, tendo faltado a Ângela e o Hugo Palhais.

A competição integrava o quarto dia de provas na região de Estremoz, sob organização do COA, um clube da região centro que, mais uma vez se deslocou para o Alentejo, em busca de bons locais e melhores apoios... Se apoios não faltaram, o mesmo não se pode dizer do terreno escolhido que não reunia condições técnicas suficientes para um bom Campeonato!

Os atletas do clube tiveram actuações (e resultados) muito discretos, nomeadamente os possíveis "campeões" que não o conseguiram ser: o Mega por razões díspares e o Quim a contas com uma lesão no joelho que se arrasta à cerca de dois meses. Realce para o retorno do Hugo e do Nuno às provas pedestres, este com um prolongado interregno de cerca de 15 anos, de tal ordem que, repescando os sapatos de antanho do armário, como o material já estava obviamente "passado", chegou ao fim literalmente sem solas!

  

Resultados

Infantis M: 5º Diogo Falcato; 7º Paul Roothans; 9º João Santos;

Juvenis MA: 5º João Mega Figueiredo;

Juniores MA: 12º Luís Teves;

D21A: 5ª Isabel Fialho;

H21A: 4º Hugo Patrício;

H21B: 7º Nuno Soares;

H35A: 25º Nuno Patrício;

H40A: 18º Leandro Silva;

H60A: 4º Joaquim Patrício;

OPT1: 4ª Paula Martins.

JP


Margarida Novo a 7 de Maio de 2008 às 14:41
De Margarida Novo a 7 de Maio de 2008 às 14:38
Não sei se viram o mapa do OPT1 da prova de domingo... Eu diria que foi um teste à resistência dos desgraçados que se atreveram a ir "experimentar" orientação. Quando resolvi desistir no ponto 5 por causa das crianças (já íamos com hora e meia de caminhada), já tinha tido a oportunidade de "orientar" a maioria dos participantes neste escalão e de ter ficado eu própria "desorientada"... Havia de tudo, mapa de 1:15000 em vez de 1:10000, pontos em declives acentuados e de difícil acesso, pontos no "meio do nada" e no meio do mato (literalmente), pontos a milhas do caminho mais próximo, enfim o percurso ideal para pessoas que estão a começar! Onde será que estava o supervisor quando (não) viu este traçado?
E onde está a FPO para penalizar este tipo de situações? À espera que suceda algum acidente grave?

Margarida Novo


CNAlvito a 8 de Maio de 2008 às 00:05
Tens razão, Margarida!
Pelo que ouvi e me apercebi, parece que houve demasiados lapsos e erros inconcebíveis numa competição tão importante...
Se me permitires remeto a tua missiva para o Forum?
Logo que me seja possível quero, também, deixar a minha opinião, no Forum, relativamente à questão da organização dos Campeonatos Nacionais em geral, pois tem sido frequente, ao longo dos anos situações destas que desprestigiam a própria FPO.

mais sobre mim
Maio 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
21
22
24

26
27
28
29
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO